Pesquisar este blog

Páginas

16 de jan de 2011

Sensações

Sou a incógnita no olhar,
Carrego as dores e a velocidade da vida nas marcas do meu rosto,
Tenho todos os sentimentos colecionados e guardados na mala da minha existência.
Sou a tradução exata das incertezas que nenhum dicionário explica,
E a força da lagrima que queima a pele correndo nas curvas do tempo.
Em mim tudo se nega e se busca,
Sou o medo,
O caso do acaso,
E o desejo do corpo pelo corpo ao lado.
Sou o sorriso perdido no lábio após o beijo,
A besteira feita,
O riso e a gargalhada.
Sou a mentira que acaricia e a verdade que machuca.
Sou o pensamento que te cerca.


Luciana Santos
16/01/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário